quinta-feira, 12 de novembro de 2009

LAÇAMENTO PELAS PERIFÉRIAS DO BRASIL III


Click na imagem para vizualizar.
Lançamento da Coletânea literária "Pelas Periferias do Brasil - VOL IIII (R$ 20,00)

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

HOJE TEM SARAU COOPERIFA

l


VENHAM COMUNGAR A PALAVRA!

LANÇAMENTO DO LIVRO DE ÉRICA PEÇANHA

UM OLHAR FEMININO Á LITERATURA PERIFÉRICA

Dia: 05/11/2009.
Livro: R$25,00.
Horário: 19h30 às 22h.
Sede da ONG Ação Educativa.
Rua General Jardim, 660 - Vila Buarque
CEP: 01223-010 - São Paulo SP
Próximo as estações do metrô Santa Cecília e República.
Fone: (11) 3151- 2333

Parabéns Érica por mais esta conquista!
Vida longa ao seu trabalho!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

FLOR MURCHA

Publicar postagem
Nos caminhos da vida não sei mais o que sinto, é uma dor, uma mágoa, um ressentimento infinito, vivo à lutar comigo mesma, pois a cada dia parece que tenho que provar que sou de carne e osso, que tenho sentimentos, sejam eles corretos ou não, mas o que é correto hoje em dia? Já não sei, pois tenho que que matar um leão todos os dias dentro de mim, pra continuar na luta do dia-a-dia,
dos sentimentos, das mágoas, dos desafetos, das intrigas. Há momentos em que penso que não vou suportar, não vivo mais, apenas tento caminhar a catar os pedaços de mim que vão se desfazendo nesses trilhos da vida, a pior luta é essa, lutar contra si mesmo. Eu jamais iria desprezar as pessoas que amo, mas dói ouvir alguém lhe dizer "Não fui mais a tal lugar por sua culpa, pra ver se você me esquece", essas palavras zoam ao pé do meu ouvido todas as vezes que deito a cabeça no travesseiro, eu nunca queria ser um mal na vida de alguém, e pela primeira vez senti na pele que para alguém eu fui um espinho na roseira, onde um dia eu quis colher flores! Dói a alma, e tenho que aprender a viver com isso, se Deus olhar por mim, quem sabe um dia te esquecerei, mas siga em paz o seu caminho, pois foi este que escolheu, fui somente uma passagem, o que você não foi pra mim. Verbo AMAR, este eu conheço na carne viva e na vida espiritual, pois meu corpo é todo esse amor e não sei mais como lutar contra isso que é uma razão de estar viva. Amar só sentindo pra saber o que essa palavra significa. Você é, será e estará sempre aqui do lado esquerdo do meu peito, pois a cada intriga tenho certeza do meu meu sentimento, AMAR é pra quem sente e não pra quem quer e isso ninguém vai transformar em ódio. Sua amizade é muito importante pra mim.
( Um dia espero escrever um romance que não terá um final feliz)
Talvez estas linhas tenham um pouco de realidade